O papel de Otavio

Difusão > O papel de Otavio

Na universal história do papel, a memória de nossa aldeia. A fecunda força criativa de Otavio perpassa a ambas, e a pesquisa histórica tão apenas de sua presença no Rio Grande do Sul nos leva às mais abrangentes e sempre atuais questões: direitos, participação e democracia; arte e suas múltiplas linguagens; tradição artesanal, industrialização e meio-ambiente; o lúdico, infância e atividade criadora; o lugar do livro e do papel na cultura contemporânea e nas bases de nossa cultura.

A concepção e realização do evento O PAPEL DE OTAVIO é um importante passo em nossa caminhada maior em busca do resgate da significativa história do papel no Rio Grande do Sul, estado que abrigou uma das primeiras indústrias de celulose no Brasil, em 1898, e ainda hoje vive crescentes investimentos nacionais e multinacionais no setor.

Este evento tornou-se possível graças ao apoio que recebemos da Secretaria Municipal de Cultura, do Museu de Artes do Rio Grande do Sul Ado Malagoli e da Aracruz, que aceitaram a proposta de refazer a parceria histórica de 1984, quando juntos foram responsáveis pela primeira vinda de Otavio Roth ao Rio Grande do Sul.

O Papel de Otavio – exposição

Celebrando os 20 anos da exposição BARKER, NUGENT E ROTH: EXPRESSÕES EM PAPEL acontecida no Museu de Arte do Rio Grande do Sul em março de 1986, organizamos a mostra O PAPEL DE OTAVIO. Nela, presentes as obras de Otavio Roth em acervo no Estado e também uma obra de seu grande parceiro Bob Nugent. Elas vêm acompanhadas de trabalhos dos artistas Barbara Benz, Neusa Dagani, Otacílio Camilo e Wilson Cavalcanti, que simultaneamente estavam então expondo a instalação PENSANDO O PAPEL no MARGS. Também está presente Maria Leda Macedo, artista convidada por Otavio a representar o Rio Grande na mostra OS PAPÉIS DO PAPEL em 1984/SP. Representando os ex-alunos de seus cursos em Porto Alegre que crêem e criam amparados na magia do papel, participam desta homenagem as arte-educadoras, Jovita Peña Sommer e Mildred Esteves de Macedo, e ainda os artistas Circe Saldanha, Moacir Chotguis e Lenora Rosenfield que, por caminhos diferentes, encontraram na experiência de confecção do papel uma ressonância profunda para seu trabalho. A curadoria foi de Celina Cabrales. Além das obras artísticas, compõe a exposição material documental da presença de Otavio no Rio Grande do Sul, com catálogos, convites, cartazes, cartas e instrumentos de trabalho pessoais do homenageado.

O Papel de Otavio – publicação

O trabalho de reunir a informação, sistematizar e dar forma a uma publicação foi realizado com um prazo muito curto, mas contou com o apoio entusiasta de muitas pessoas. Constam do caderno vários depoimentos de ex-alunos, exposições e cursos de Otavio Roth aqui no sul, obras que fez com a participação de gaúchos e o acervo de obras do artista no Estado, assim como dados sobre a exposição homônima, entre muitas outras informações. A publicação, com pesquisa realizada por Celina Cabrales e com arte de Carolina Cabrales, conta com uma sobrecapa de papel artesanal produzido por Arnaldo Machado, artesão egresso do Projeto Papel Social da Prefeitura de Porto Alegre e produzida na Usina do Papel. Dos mil exemplares, parte foi distribuída gratuitamente aos visitantes da exposição no MARGS, e o texto em pdf está disponível neste site em OtavioRoth. Para receber a publicação através do sistema de reembolso postal FaleConosco.

O Papel de Otavio – palestra

Um histórico encontro reuniu no auditório do MARGS em 14 de março, por ocasião da abertura da exposição O PAPEL DE OTAVIO, a curadora, os artistas expositores e Ana Roth, esposa do falecido artista. Presente também sua filha Isabel.

O Papel de Otavio – curso de papel de trapos

O curso complementa a exposição com aulas teóricas e práticas, tal como costumava fazer Otavio e inaugura o primeiro moinho de refino na cidade de Porto Alegre, na data em que esta comemora seu aniversário.
Celina Cabrales fez uma apresentação com apoio audio visual no auditório do MARGS e com Josmeri Pergher Puhl na Usina do Papel os alunos vivenciaram os vários momentos da confecção de papel.

Posts Recentes